Joca Automóveis por Messenger

Notícias


Image01

Vale a pena comprar um carro com 100 mil km?

A maior parte das pessoas não tem condições financeiras para adquirir um carro novo. Outras acreditam que não compensa comprar um carro novo, quando existem os chamados carros zero quilómetros, que são novos e têm um preço mais baixo. Quando a escolha passa por um carro usado, existe alguns cuidados que se deve ter, principalmente, em relação aos quilómetros que o carro apresenta. Mas será que comprar um carro com 100 mil km pode revelar-se um bom negócio?

A maior parte das pessoas acredita que um carro com 100 mil km não deve ser uma opção, pois com tantos quilómetros já rodados é muito provável que o veículo comece a dar problemas, o que irá aumentar os custos com a manutenção. Mas, ao contrário do que se pensa, é possível encontrar carros com 100 mil km rodados em ótimas condições por um preço acessível.

Este tema parece ser mais mito do que verdade, pois não existe nenhuma relação direta entre o número de quilómetros e o estado de conservação de um automóvel.

CARRO COM 100 MIL KM: SIM OU NÃO?

Nem sempre o facto de um carro ter uma quilometragem alta é sinónimo de má utilização ou desgaste do veículo. Se procurar bem, é possível encontrar um carro com 100 mil km em melhores condições do que um carro com menos metade dos quilómetros.

O estado de conservação de um veículo depende da utilização que foi feita e da manutenção do carro estar ou não em dia. A resposta à questão se vale a pena comprar um carro com 100 mil km rodados é sim, tendo em conta alguns fatores. Acredite que o estado de conservação do veículo e a utilização que foi dada é mais importante do que a sua quilometragem.

Fonte: E-konomista (Sara Piteira Mota)

30-05-2017